Pular para o conteúdo principal

Casa tem cores fortes, estampas e papel de parede em todos os cômodos!

Misturas ousadas dão personalidade única ao lar confortável.


TAMANHO DO TEXTO
Casas - 06h00 - Atualizado as 18h00

Casa tem cores fortes, estampas e papel de parede em todos os cômodos!

Misturas ousadas dão personalidade única ao lar confortável

 POR GIOVANNA MARADEI; FOTOS EDU CASTELLO

Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)











A proprietária desta casa de 418 m² tinha apenas uma prioridade: montar um lar confortável para ela e seus dois filhos. Sem medo de ousar nas cores, nas estampas e na escolha das peças, ela foi além e criou uma casa gostosa para quem vive nela e cheia de atrativos para quem passa para uma visita.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)

 
O projeto e a decoração foram feitos com a orientação de Andrea Murao, que pensou desde os volumes da fachada até os papéis de parede dos cômodos - que como veremos a seguir, não se repetem em um ambiente sequer.

Logo na primeira conversa, Andrea percebeu que, se a prioridade era conforto, o centro das atenções deveria ser os quartos. Assim, a casa ganhou três amplas suítes - todas decoradas com papéis de parede e peças de design escolhidas a dedo para celebrar o estilo de cada um dos donos.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)


































Na suíte da mãe, prevalecem os tons sóbrios e o contraste entre desenhos clássicos e cores modernas. Nas paredes, por exemplo, a estampa no estilo Toile de Jouy, tradicionalmente azul ou vermelha, surge na cor cinza, destilando contemporaneidade. Lustre, espelho e tapete seguem o mesmo princípio e remixam referências clássicas com outras modernas.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)







































O quarto do filho, por sua vez, abraça uma base de cores neutras, mas com móveis e papéis de parede com padrões geométricos e linhas retas. Outro truque que traz estilo à suíte são as peças personalizadas, como o banco feito com um skate que fica na ponta da cama.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)

































Por fim, a suíte da filha parece ser um meio termo entre os outros dois. Como no quarto do irmão, o papel de parede usa estampas gráficas, mas com referências art déco que substituem as formas retas. Já do quarto da mãe vieram nuances escuras, suavisadas pelo colorido de luminárias, móveis e almofadas.

Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)














O jogo entre base escura e pontos de cor se repete na sala, "um dos ambientes mais diferentes da casa", como conta a arquiteta Andrea Murao. O destaque fica por conta de móveis como as poltronas Crinoline, de Patricia Urquiola, e as cadeiras Pantosh, da Lattoog Design.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)










Na parte íntima da casa, a arquiteta optou pela sensação de conforto. O banheiro da suíte principal, por exemplo, se tornou uma verdadeira sala de banho. A banheira single ganhou a companhia de azulejos texturizados que trazem personalidade ao ambiente.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)

























Na cozinha, os azulejos de metrô e os armários cinza ganharam a companhia contrastante de um papel de parede mais claro, com ilustrações coloridas de talheres. A ilha ostenta os veios naturais do mármore.
Decoração abusa das cores e do papel de parede  (Foto: Edu Castello)

 










Na área externa, onde fica uma churrasqueira decorada com uma estampa geométrica,o jardim ganhou uma pequena piscina suspensa a pedido da proprietária. Afinal, moradores e convidados merecem se refrescar e relaxar nos dias de verão.
Fonte: http://casavogue.globo.com/Interiores/casas/noticia/2016/12/decoracao-abusa-das-cores-e-do-papel-de-parede.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai                                                                                          Por:  Clickfoz    Publicado em:  14/08/2019 O  Clickfoz  teve acesso no fim da tarde desta quarta-feira, 14, ao traçado inicial da Ponte da Integração, com imagens do projeto da construção da segunda ponte e da rota da Perimetral Leste. O arquivo é do  Departamento Nacional de Infra-Estrutura do Transporte , DNIT. As vias, que servirão de rota dos caminhões para a entrada e saída de produtos nos países da fronteira, ganharão varias melhorias, além de uma nova rota exclusiva. Esta passará por fora da área urbana de  Foz do Iguaçu , tendo trechos na Av Mário Filho, BR-469, Av Felipe Wandscheer e Av. República Argentina, saindo nas proximidades dos presídios, que ficam na entrada da cidade. De acordo com o projeto, será construído também uma n

STJ autoriza penhora de 15% de salário para quitar dívida de aluguel

A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que, além de ter uma renda considerada alta, adquiriu a dívida na locação de imóvel residencial. STJ autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que adquiriu dívida na locação de imóvel Reprodução Para o colegiado, a penhora nesse percentual não compromete a subsistência do devedor, não sendo adequado manter a impenhorabilidade no caso de créditos provenientes de aluguel para moradia — que compõe o orçamento de qualquer família —, de forma que a dívida fosse suportada unicamente pelo credor dos aluguéis. Segundo o relator do recurso julgado, ministro Raul Araújo, a preservação da impenhorabilidade em tal situação “traria grave abalo para as relações sociais”, pois criaria dificuldade extra para os assalariados que precisassem alugar imóveis para morar. O ministro apontou que o artigo 833 do CPC atual deu à matéria das penhoras tratamento diferente em comparação a

Foz do Iguaçu para Investidores