Pular para o conteúdo principal

Recuperação econômica atrai investimentos no mercado imobiliário





Houve um aumento de 23,1% das vendas de imóveis residenciais no último trimestre do ano passado em relação ao mesmo período de 2018
O mercado imobiliário é um dos setores que mais se beneficia da gradual recuperação econômica no Brasil. O que tem tornado o cenário mais otimista para os investidores é o reaquecimento na compra e venda de imóveis residenciais. Um levantamento elaborado pela CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) indica que houve um aumento de 23,1% das vendas de imóveis residenciais no último trimestre do ano passado em relação ao mesmo período de 2018. Já o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) indica que a venda de imóveis residenciais novos na capital paulista teve um aumento de 50,3% em fevereiro de 2019, na comparação anual.
Outros pontos positivos para o otimismo do mercado foi a manutenção da taxa Selic na casa do 6% e a estabilização da inflação em 2,5% ao ano, de acordo com o Banco Central. Com todos estes sinais de que o setor imobiliário caminha para a retomada do crescimento em 2019, cresce também o interesse dos investidores. De olho na rentabilidade e segurança do investimento em imóveis, as pessoas estão com as atenções voltadas para maiores chances de aumentar a liquidez nos negócios. Segundo especialistas, por meio da valorização do patrimônio, os investidores contam com retornos garantidos.
“O investimento em imóveis é atrativo porque é seguro e rentável, com possíveis retornos de curto a longo prazo”, diz Marcelo Duque, sócio proprietário da Special Properties, imobiliária de imóveis de alto padrão em São Paulo. Ele ainda explica porque esse é o melhor momento para os investidores olharem para o setor: “a procura e a demanda por imóveis aumentou de forma considerável desde o começo do ano, o que está fazendo os preços subirem. Essa é a hora de investir na compra de imóveis e buscar as diversas formas de rentabilidade, seja por meio do aluguel ou com a revenda no futuro, quando o imóvel terá muito mais valor”.
Por conta do perfil do investidor, os imóveis de luxo integram uma categoria que, geralmente, não costuma sentir profundamente os efeitos das crises econômicas. Pelo contrário, a classe tem tido um desempenho positivo pelo país, ao contrário do segmento de construção civil. Segundo a Pesquisa do Mercado Imobiliário (Secovi-SP), o mercado imobiliário de luxo cresce 20% ao ano. No entanto, para encontrar as melhores oportunidades, é preciso ter atenção. De acordo com Marcelo, muitas empresas do setor só olham para o preço do metro quadrado, sem considerar a estrutura da unidade ou condomínio, localização, conservação etc. “Em termos de assessoria, isso pode frustrar o investidor porque esses e outros detalhes determinam o sucesso da revenda no futuro ou no preço do aluguel”, explica.

Fonte: EXAME http://www.secovipr.com.br/Recuperacao-economica-atrai-investimentos-no-mercado-imobiliario-104-15967.shtml




















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai                                                                                         Por: Clickfoz   Publicado em: 14/08/2019 O Clickfoz teve acesso no fim da tarde desta quarta-feira, 14, ao traçado inicial da Ponte da Integração, com imagens do projeto da construção da segunda ponte e da rota da Perimetral Leste. O arquivo é do Departamento Nacional de Infra-Estrutura do Transporte, DNIT. As vias, que servirão de rota dos caminhões para a entrada e saída de produtos nos países da fronteira, ganharão varias melhorias, além de uma nova rota exclusiva. Esta passará por fora da área urbana de Foz do Iguaçu, tendo trechos na Av Mário Filho, BR-469, Av Felipe Wandscheer e Av. República Argentina, saindo nas proximidades dos presídios, que ficam na entrada da cidade. De acordo com o projeto, será construído também uma nova aduana entre Brasil e …

STJ autoriza penhora de 15% de salário para quitar dívida de aluguel

A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que, além de ter uma renda considerada alta, adquiriu a dívida na locação de imóvel residencial. STJ autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que adquiriu dívida na locação de imóvel
Reprodução Para o colegiado, a penhora nesse percentual não compromete a subsistência do devedor, não sendo adequado manter a impenhorabilidade no caso de créditos provenientes de aluguel para moradia — que compõe o orçamento de qualquer família —, de forma que a dívida fosse suportada unicamente pelo credor dos aluguéis. Segundo o relator do recurso julgado, ministro Raul Araújo, a preservação da impenhorabilidade em tal situação “traria grave abalo para as relações sociais”, pois criaria dificuldade extra para os assalariados que precisassem alugar imóveis para morar. O ministro apontou que o artigo 833 do CPC atual deu à matéria das penhoras tratamento diferente em comparação ao CPC de…

Foz do Iguaçu para Investidores