Pular para o conteúdo principal

Cuidados com as plantas no verão

O verão brasileiro é privilegiado com muita luz e calor. No entanto, este clima agradável que muitos festejam pode ser um problema para quem tem jardins para cuidar. O clima quente faz o gramado crescer em ritmo acelerado e também pede cuidados redobrados com as plantas.

Como manter as plantas saudáveis durante a estação mais quente do ano? Limpeza, adubação e irrigação precisam e devem ser realizadas com mais frequência para que as plantas se mantenham saudáveis e bonitas. A engenheira agrônoma Rita Maria Lopes da Costa explica que esta época do ano é critica em termos de irrigação e por isso é aconselhável que ela seja feita no final de tarde. “A taxa de evapotranspiração das plantas (perda de água do solo por evaporação e a perda de água da planta por transpiração) é menor à noite, logo a absorção da água é mais efetiva. Nesse horário a temperatura também tende a estar mais baixa e o desperdício de água é menor. Além disso, muitas vezes estamos sujeitos às tempestades de verão no final da tarde tornando desnecessária a irrigação”, explica.

A agrônoma lembra ainda que em muitos locais a demanda de água na época e as condições de abastecimento dificultam a irrigação e manutenção dos jardins. Nesses casos, sistemas simples de recolhimento de água em cisternas para irrigação de jardim podem ser estudados e implantados nos condomínios, pois a água da chuva sem adição de cloro e flúor é a melhor para as plantas. Além disso, em muitos locais existe a captação da água em calhas, que em vez de ser aproveitada em cisternas, vai para o esgoto. Rita explica que hoje existem cisternas plásticas de baixo custo e fácil instalação e que junto com uma bomba não precisam ser enterradas no solo, o que gera, além de economia, um ótimo resultado no jardim.

Com relação à quantidade de água, essa varia de acordo com cada espécie, com a posição solar e com o tipo de terreno. “Podemos dizer que é necessária a irrigação sempre que não chover ou no mínimo a cada três dias. Em jardins recém-plantados, essa necessidade passa a ser praticamente diária” orienta Rita.
Adubação
Outro cuidado importante com as plantas é adubação. Pelas características encontradas na maior parte dos solos da nossa região e das condições climáticas, recomenda-se que a adubação seja realizada de três em três meses, pois, de acordo com Rita, não adianta adubar somente uma vez por ano, já que os nutrientes que a planta não absorver ficarão no solo e poderão poluir o lençol freático e consequentemente rios e mares.
Gramados
Os gramados neste período também devem ser cortados com maior frequência, não só por seu crescimento, mas também para evitar a infestação com ervas daninhas ou inço (plantas que brotam espontaneamente em terra não cuidada ou tratada). “A indicação é que o corte seja feito de 15 em 15 dias. Além disso, eventualmente é indicada a aeração, quando o solo está muito compactado”, explica Rita.

Para as plantas que ficam nas áreas internas, os cuidados dependem do local em que estão. Porém, a necessidade de irrigação pouco se altera em relação a outras épocas do ano. De acordo com a especialista, se no local houver ar condicionado, por exemplo, esse tende a ressecar mais o ambiente, diminuindo a umidade do ar. Nesse caso, deve-se aumentar a irrigação e, se possível, periodicamente borrifar as folhas com um pulverizador. A adubação das plantas em vaso deve ser realizada a cada dois meses ou no máximo a cada três, pois a quantidade de terra é limitada e a planta consome os nutrientes mais rapidamente.
Fonte: CondominioSC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai

CONHEÇA O TRAÇADO INICIAL DA ROTA DA SEGUNDA PONTE E DA PERIMETRAL LESTE DE FOZ Ponte ganhará iluminação noturna, com as cores do Brasil e Paraguai                                                                                         Por: Clickfoz   Publicado em: 14/08/2019 O Clickfoz teve acesso no fim da tarde desta quarta-feira, 14, ao traçado inicial da Ponte da Integração, com imagens do projeto da construção da segunda ponte e da rota da Perimetral Leste. O arquivo é do Departamento Nacional de Infra-Estrutura do Transporte, DNIT. As vias, que servirão de rota dos caminhões para a entrada e saída de produtos nos países da fronteira, ganharão varias melhorias, além de uma nova rota exclusiva. Esta passará por fora da área urbana de Foz do Iguaçu, tendo trechos na Av Mário Filho, BR-469, Av Felipe Wandscheer e Av. República Argentina, saindo nas proximidades dos presídios, que ficam na entrada da cidade. De acordo com o projeto, será construído também uma nova aduana entre Brasil e …

STJ autoriza penhora de 15% de salário para quitar dívida de aluguel

A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que, além de ter uma renda considerada alta, adquiriu a dívida na locação de imóvel residencial. STJ autorizou a penhora de 15% da remuneração bruta de devedor que adquiriu dívida na locação de imóvel
Reprodução Para o colegiado, a penhora nesse percentual não compromete a subsistência do devedor, não sendo adequado manter a impenhorabilidade no caso de créditos provenientes de aluguel para moradia — que compõe o orçamento de qualquer família —, de forma que a dívida fosse suportada unicamente pelo credor dos aluguéis. Segundo o relator do recurso julgado, ministro Raul Araújo, a preservação da impenhorabilidade em tal situação “traria grave abalo para as relações sociais”, pois criaria dificuldade extra para os assalariados que precisassem alugar imóveis para morar. O ministro apontou que o artigo 833 do CPC atual deu à matéria das penhoras tratamento diferente em comparação ao CPC de…

Foz do Iguaçu para Investidores